quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

1ºCapitulo de Ainda Não Disse Adeus


Cap. I – Sensações
Acordei com uma sensação esquisita, mas de um modo ruim. Alguma coisa ia acontecer, eu sabia disso. Eu queria só que ARTHUR estivesse ali ao meu lado para me abraçar carinhosamente e me dizer que tudo não passava de uma sensação e que ele estaria comigo para tudo.
Namoro ARTHUR há 3 anos. Além de ser o namorado mais fofo do mundo também é o mais lindo. Ele tem olhos verdes-mar tão profundos que me perco olhando na imensidão de seus olhos. Têm a pele dourada e um cabelo castanho escuro liso que usa sempre bagunçado, do jeito que eu gosto.
Lembro até hoje o dia que descobri meu amor por ele, tínhamos treze anos. Tá, eu sei que eu era muito jovem pra falar que era amor, mas hoje eu sei que era.

*Flashback ON *
- LUINHA , relaxa! Isso não vai doer e eu juro que não tenho doenças. – ele disse rindo, eu corei.
- Mas eu tenho medo, eu nunca fiz isso antes. E se eu fizer errado? Promete que não vai me zoar nem contar pra ninguém?
- Prometo LUINHA ! Agora vamos logo acabar com isso.
Eu estava nervosa. Ele se aproximou devagar, segurou meu rosto entre suas mãos e aproximou seus lábios do meu eu abri e ele me beijou. Foi um beijo calmo e doce. Foi o meu primeiro beijo e acredito até hoje que foi o melhor da minha vida. E naquele beijo eu pude sentir a atração que eu tinha por ele, a química que nós tínhamos e como eu queria que aquele momento durasse pra sempre, não só pelo beijo ser bom, mas eu queria ficar pra sempre com o ARTHUR.
*Flashback OFF*

Fui me arrumar para a escola, e tropecei num álbum de fotos, peguei para folhear e lá estavam as fotos minhas com o ARTHUR desde o começo do namoro e me lembrei do dia em que ele me pediu em namoro.

* Flashback ON *
Desde que ele havia me beijado eu não conseguia parar de pensar nele, no beijo e em como eu não o via só como um amigo, em como eu o queria como algo a mais.
Ouvi a campainha em casa e fui atender curiosa já que eu não esperava ninguém.
- ARTHUR? – Falei surpresa.
- Oi LUINHA !- Ele disse olhando para o chão.
- O que aconteceu? Você está estranho. Entra.
Ele entrou e fomos para o meu quarto, sentei na minha cama e o fitei.
- E então, o que houve?
- Tem uma coisa que eu preciso falar com você... - ele soltava as palavras com dificuldade – é muito importante pra mim que você saiba independente da sua reação. Er... LUINHA eu te amo, sempre te amei, e sempre vou te amar apesar de qualquer coisa que aconteça, o dia que eu te beijei pra mim foi o melhor dia da minha vida e espero que esse seja o segundo, eu não tiro aquele beijo da minha cabeça, eu não tiro você da cabeça, eu não quero mais uma melhor amiga, eu quero uma namorada. Então LuaBlanco quer namorar comigo? – ele disse respirando profundamente já que tinha atropelado suas próprias palavras.
Senti meus olhos brilharem e se encherem de lágrimas de felicidade que saíram rolando pelo meu rosto.
- Eu te amo meu Doug, sempre te amei. Eu nunca achei que você sentisse o mesmo, eu estou tão feliz de ouvir isso. E sim, eu quero, eu desejo ser a sua namorada, mais do que tudo meu amor. – Me aproximei e o beijei intensamente, puxando cada vez mais ele pra perto de mim.
06/05/07 o dia mais feliz da minha vida.
* Flashback OFF *

Acho que estou nostálgica hoje. Por algum motivo sinto que essas lembranças têm a ver com a minha sensação, agora com mais clareza sinto como se eu fosse perder alguém. Um calafrio passou pelo meu corpo.

Um comentário:

  1. noooo será que o arthur vai terminar??? POSTA MAIS... 66' curiosa hm...

    ResponderExcluir