quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

12ºCapitulo de Amor e Perdição

          
Amor e Perdição

Pov Lua
-Tem certeza que quer falar comigo?Sei la acho que a Jhulie não vai gostar.Eu fui seca ainda olhando a janela.
-Ra isso e ciúmes?.Ele começou a ri sem parar.
Qual o problema desse idiota eu falo seria com ele e ainda fica rindo como uma como aqueles lezados.
-Serio qual e a graça?E eu não to com ciúmes.Falei agora o encarando seria.
-Lua,eu so queria te dizer que eu te desejo mais que qualquer coisa na minha vida.Ele veio se aproximando de mim.
-Ma....mais...ha que qualquer coisa?.Eu gaguejei e ele apenas assentiu com a cabeça segurando meu quero e com a outra mão minha cintura acho que ele tinha medo que eu fugisse de novo.
-Mão que qualquer coisa.Ele encostou os lábios no meu senti uma turbilhão de sentimentos passarem pelo meu corpo ele segurou meu rosto como se pedisse passagem para um beijo mas intenso então foi o que eu fiz segurei a nuca dele,de um segundo para o outro senti a língua quente de Arthur procurar a minha com muita afobação e se ele não estivesse segurando minha cintura eu teria caído fomos caminhando de vagar ate a minha cama e lentamente ele me deitou e de repente ouvi alguém bater na porta me levantei em um pulo limpando minha boca.
Pov Arthur
Eu não sei mas acho que esperei por um beijo assim a minha vida inteira,eu acho que esperei a Lua a minha vida inteira mas como Mica sempre dizia sempre tem um surdo era a Mel ela chamou a Lua que saiu rápido com ela eu fiquei lá esperando que ela voltasse.
Pov Mel
Eu chamei a Lua por que Sophia teve uma idéia brilhante ela me chamou para passar a semana que minha mãe estava viajando na casa dela todos concordaram so faltava Lua que aceitou na mesma hora mas ela parecia distante mais que o normal.Mas eu então não perdi tempo corri ate a minha casa com Sophia que me ajudou a trazer minhas roupas eu ficaria no quarto dela.
Pov Lua
Nem escutei o que Mel tinha para me dizer minha cabeça tava longe eu ouvia explosões dentro de mim e uma tremedeira incomum e eu sabia que ele estava la me esperando e eu tava segurando no corrimão da escada eu subia e degrau e descia dois ate que criei coragem e fui parei na porta do quarto e ele tava lá.
-Acho que agora temos que conversar.Ele falou assim que me viu.
-Temos mesmo.Eu disse trancando a porta.
Eu não sei o que me deu mas eu tranquei a porta e me sentei ao lado dele cruzando as pernas como de índio ele novamente se aproximou e no momento que eu fechei o olho eu ouvi um barulho,era totalmente aterrorizante e nos corremos ate a sala e lá estava os outros com as mesmas caras que a nossa.
-Ai vocês ouviram isso?.Chay perguntou.
-Sim o que foi?.Eu perguntei.
-Veio da porta.Ele apontava para a porta misteriosa da escada.
-Nossa isso fica cada vez pior.Mel disse abraçada com Sophia.
-Agente tem que abrir essa porta de qualquer jeito.Micael disse.
-Mas como?.Sophia disse.
-Amanhã vamos vasculhar essa casa de ponta a ponta.Chay falou e nos concordamos.
De repente outro barulho pior do que o outro,aquilo foi tão assustador que eu agarrei o braço de Arthur sem nem ao menos perceber.
-Sera que tem fantasmas na sua casa Lua?.Mel fez uma cara de sapeca.
-Vocês querem que agente passe a noite aqui?.Arthur perguntou.
-Não nem precisa qualquer coisa agente chama.Eu disse e me deitei entre a escada e a porta ate que vi uma coisa um tanto rosa reluzente e puxei.
-Olha o que eu achei e seu Sophia?.Eu logo a olhei.
-Não meu e que não e!.Ela afirmou com convicção.

Continua...
 

4 comentários: